Correspondência recebida:





de: Antônio Carlos de Castro - Campinas SP

Boa tarde,

Não conheço a obra citada, mas está disponível para venda em sebos, básicamente trata de famílias de quais regiões?

Envio a seguir texto padrão que envio a colegas genealogistas: tenho ascendentes pela parte paterna em Lavras/Perdões/Nepomuceno/Luminárias/Ribeirão Vermelho, sendo ramos que não consigo avançar. O meu avô paterno, Fanoel da Silva Castro, nascido em Nepomuceno, era filho natural de Maria Luisa da Silva ou Maria Leonarda da Conceição com Ervécio de Castro (de origem espanhola de acordo com informações verbais), Maria Luisa e Maria Leonarda eram filhas naturais de Carolina da Conceição, sendo da linha africana. Sei que a linha africana é complicada, mas gostaria de saber a nação de origem para colocar no meu site pelo ao menos os costumes e história. Vide arquivo fanoel_da_silva_castro.rtf com eventos e locais.
O meu avó, Fanoel, foi casado com Ordália Francisca das Chagas, filha de Pedro Vicente Ferreira (este filho de Vicente Espíndola e Francelina Maria de Jesus) e Ana Petronilha de Jesus (esta filha de Reduzino Frauzino do Nascimento e Maria Nazareth de Oliveira). Minha avó Ordália foi criada junto com o casal Juvêncio Inácio de Lima (nascido em Luminárias em 1864, falecido em Lavras em 28/03/1939) e Galdina Cândida de Jesus (nascida em Ingaí em 1876 e falecida em Lavras em 20/09/1943) com os seus filhos José Galdino de Lima (nascido em Lavras, onde foi taxista) e Alexandre Galdino de Lima (nascido em Lavras, onde foi comerciante). Pelo o que sei o pai da minha avó Ordália, Pedro Vicente Ferreira, que morreu pouco tempo depois que a minha avó nasceu, e minha bisavó, Ana Petronilha, vendeu as terras no campo, indo para Lavras onde abriu um comércio. Penso que para cuidar do comércio a minha bisavó deixava a minha avó com o casal Juvêncio e Galdina, ele conterrâneo de Pedro Vicente. Ana Petronilha veio a falecer queimada em 16/08/1926 em Lavras, ao derrubar um lampião de querosene sobre a cama em que dormia (relatos verbais), pesquisei artigo em jornal da época em Lavras, sem sucesso. Em anexo o arquivo ordalia_francisca.rtf com eventos e locais.

Pela parte materna, os ascendentes são da regiões de Mariana/Ouro Prêto/Piranga e outras cidades da Zona da Mata tenho muito mais informações, conforme pode ser visto no meu site no link Genealogia/Meus Antepassados, no rodapé deste e-mail

Grato

e-mail pessoal: castrokk@uol.com.br
site pessoal: www.genealogiacastro.cjb.net
skype name: castrokkbr

Comentários

projeto partilha disse…
Nossos agradecimentos a ANTONIO CARLOS DE CASTRO pela contribuição. Hoje, partilhamos a comunicação na intenção e buscar contribuições que o ajudem, e a nós também, nas ligações. TS Bovaris já deve ter respondido a sua comunicação, bem como, ter lhe informado dos contatos e envios que fizemos visando integrá-lo numa busca maior.
projeto partilha disse…
ANTONIO CARLOS DE CASTRO, procure ler a obra de Dr. Marcos Paulo de Souza Miranda, Jurisdição dos Capitães - A história de Januário Garcia Leal, o Sete Orelhas, e seu bando. Belo Horizonte: Del Rey, 2003. ISBN 85-7308-625-4
CDD: 398.28151
CDU: 398.2 (815.1)

Bibliotecária responsável: Maria Aparecida Costa Duarte. CRB 6/1047

Editor: Arnaldo Oliveira.


Conselho Editorial:
Antônio Augusto Cançado Trindade;
Antônio Augusto Junho Anastasia;
Ariosvaldo de Campos Pires;
Aroldo Plínio Gonçalves;
Carlos Alberto Penna R. de Carvalho;
Celso Magalhães Pinto;
Edelberto Augusto Gomes Lima;
Eugênio Pacelli de Oliveira;
Hermes Vilchez Guerrero;
José Edgard Penna Amorim Pereira;
Misabel Abreu Maschado Derzi;
Plínio Salgado;
Rodrigo da Cunha Pereira;
Sérgio Lellis Santiago.

Ilustração da capa: Carlos Eduardo de Souza Miranda.

Editor: (31) 3284-9770
delrey@net.em.com.br

Editora/SP Rua Santo Amaro, 582 - Centro
São Paulo - SP - CEP 01315-000
Televendas: 0800- 7722213 - - Telefax: (11) 3101-9775
delreysp@uol.com.br

O Dr. Marcos Paulo de Souza Miranda é natural de Andrelândia, Sul de Minas Gerais. Bacharelou-se em Ciências Jurídicas Sociais no ano de 1998. Atualmente (2003) exerce a titularidade da Promotoria de Justiça da Comarca de São João Evangelista - Minas Gerais.
Promotor de Justiça em Minas Gerais;
Sócio do Colégio Brasileiro de Genealogia
Sócio da Associação Brasileira dos Pesquisadores de História e Genealogia;
Conselheiro Administrativo do Núcleo de Pesquisas Arqueológicas do Alto Rio Grande.
projeto partilha disse…
Apparecida Gomes do Nascimento Thomazelli tem como referências: Instituto Genealógico Brasileiro de S. P.; a Academia Paulista de Educação São Paulo; o Instituto Histórico e Geográfico de São João del-Rei e o Instituto Histórico e Geográfico de Campanha. A primeira edição de "As Famílias de Nossa Família (Mineiros e Paulistas), foi editada em Belo Horizonte, no ano de 1984 e em São Paulo, em 1989

O compêndio que o Projeto Partilha consulta, não faz referência a editora.
projeto partilha disse…
Ângela Ribeiro de MORAES é mãe e José Joaquim Gomes Branquinho, proprietário da Fazenda Boa Vista e sede do Distrito Boa Vista, Município de Lavras do Funil. Vamos ouvir o que THOMAZELLI diz em sua obra, p.423, sobre um dos filhos do Capitão José Joaquim, da Boa Vista:

O Capitão José Justiniano Branquinho, foi batizado em 09.01.1781. Habilitado em São Tomé das Letras em 1819 para casar com dona Ana Luísa Álvares (Alves), batizada em São Bento do Campo Belo em 28.01.1799, filha de Antônio Joaquim Álvares e de dona Ana Luísa Gonçalves, filha legítima de dona Maria Ângela e esta filha legítima de João Luís Gonçalves e de dona Maria Ângela da Cruz, irmã de dona Ângela Ribeiro de Moraes, mãe do Capitão José Joaquim Gomes Branquinho.
O primeiro filho deste casal, José Porfírio Branquinho, casado em dona Maria Leopoldina da Silva Lara. Viúvo, José Porfírio Branquinho casou-se segunda vez, aos 80 anos de idade com dona Regina Maria Gomes do Nascimento. Dona Maria Leopoldina e José Porfírio foram pais de:

Maria Justiniana Branquinho, casada com José Custódio de Paula;

Maria da Anunciação Branquinho, casada com João Custódio Moreira;

Mário Luís Branquinho;

José Joaquim Branquinho, casado em primeiras núpcias com dona Maria Lepoldina Cândida de Oliveira Garcia, filha legítima de Januário Garcia Leal. José Joaquim foi fundador de Ponte Nova (Jeriquara) e de Cristais Paulista. Era conhecido por José Porfírio Branquinho (II).
Cf. p.425 da referida obra.
projeto partilha disse…
Respondendo para ANTONIO CARLOS DE CASTRO:

- a uma pergunta feita por você, foi qual a região, motivo de estudo de THOMAZELLI. Na realidade seu trabalho foi a partir do PATRIARCA DA FAMÍLIA GOMES DO NASCIMENTO, a partir de 1740, com JOÃO GOMES DO NASCIMENTO. Vamos ouví-la: "Em 1747, encontramo-lo a batizar sua primogênita MARIA, na Capela de Ibertioga, filial da Piedade da Borda do Campo (...)". A seguir, (...) seguindo o costume da época, JOÃO, ignorando a barreira natural formada pelo Rio das Mortes,, contraira casamento com uma sua poente, na Capela de Santo Antônio de Ibertioga, da Freguesia de Nossa Senhora da Borda do Campo (...).p.24: "Os Nascimentos", ergueram uma outra sede no Distrito outrora denominado São Francisco do Onça, hoje Emboabas, com o nome de "Fazenda Nova do Pouso Alegre". "As terras de João Gomes Nascimento estendiam-se daí a perder de vista, banhadas pelo Ribeirão do Onça, e pelo Ribeirão dos Motolas, alcançando, para o oeste, São Miguel do Cajuru, hoje Distrito de Arcângelo. Ibertioga ficava mais longe, também ampla, próxima à Borda do Campo".

A partir do que ela coloca inicialmente, vamos percebendo no decorrer da obra a busca incansável da família por melhores lugares, por lugares com condições de vida mais favoráveis, enfim, seus descendentes estão por todo o Sul Mineiro e estado de São Paulo.
Um ótimo trabalho a você. Permaneça conosco, hoje e sempre.
Antonio Carlos de Castro disse…
Obrigado a todos que responderam a minha postagem.
Eu já consegui a obra de Apparecida G.N. Thomazelli, e apesar de não conseguir conectar os sobrenomes que pesquiso aos da obra, ela certamente enriquecerá meu acervo. Estou em busca do livro da história de Perdões. Relaciono abaixo os "links" de Estudos (a maioria dos meus ascendentes) que disponibilizei no Projeto Compartilhar, sendo alguns recentes.
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoAntonioAlvesdeCastro.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoCamargo.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoCunhaOsorio.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoDomingosCoelho.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoGoncalvesLeal.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoHorta.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoJoseAlvesMaciel.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoLeoneldeAbreuLima.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoManoelAlvesdeMagalhaeseSenhorinhadeAbreuLima.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoPedroAfonsoGalvaodeSaoMartinho.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoPintoCoelhodaCunha.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoPiresFarinho.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoSilvaFerraoSeixasdaFonseca.htm
http://br.geocities.com/projetocompartilhar/estudoSoaresValente.htm



Antonio Carlos de Castro
e-mail: castrokk@uol.com.br
site: http://www.genealogiacastro.cjb.net
O meu site no Geocities foi descontinuado. Abri outro e um blog onde relaciono mihas pesquisaa.As últimas páginas do blog são sobre judeus sefarditas, que permite a cidadania portuguesa. Já consegui minha Justificação Sefardita atraves delas.

Saudações

Antônio Carlos de Castro
 
Campinas-SP

e-mail: castrokk@uol.com.br
face: www.facebook.com/castrokk
site: www.facebook.com/Genealogia-de-Antonio-Carlos-de-Castro-1599244410347916/
blog de genealogia: castrokk.blogspot.com.br/ 

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.