Correspondência recebida:





de: J. R. de Alc. Gutierrez

Moro no sul do País e não deixo de abrir todos os dias esta página. É um impulso que vem lá do fundo do meu coração. Não sou religioso, mas, ao ler suas páginas sou revestido de uma Paz indescritível.

Hoje, em especial, estou em êxtase diante desta imagem. Pe. André, o senhor inspira alguma coisa que não sei definir. Não fui criado dentro de príncipios religiosos, no entanto, minha família me ensinou, cobrou e insistiu nos princípios de moral e respeito ao próximo, como se ele fosse eu mesmo. Ensinou-me a não fazer ao outro, aquilo que eu não queria receber.

Cumpri até hoje, e repassei esses ensinamentos a meus filhos, netos e bisnetos. Tenho 75 anos e tenho gratidão por este trabalho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.