Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Sebastião Modesto e a educação e os transportes.


Desde a sua posse o Prefeito Sebastião Modesto de Oliveira, numa visão global dos problemas do município, e que não eram poucos, foi procurando resolvê-los da melhor maneira possível. Assim, no setor da instrução, que muito deixava a desejar, realizou ele as seguintes obras:

- em convênio dom a Secretaria da Educação a reforma e a ampliação do prédio da Escola Estadual de 1º Grau, de 5ª a 8ª série (ex-Ginásio Estadual);
- participou da ampliação da Escola Estadual "Pedro Mestre" e da Escola Rural de "Boa Esperança";
- por conta da Prefeitura, construiu os prédios das escolas rurais das seguintes fazendas: Floresta, Santa Helena, Varginha, Ponte Falsa, Guanabara, Esplanada e Pinheiros;
- em convênio tem programada a reforma das escolas do Espraiado e da Serra e a construção da Escola da Chamusca; e
- por intermédio de bolsas de estudo tem apoiado a Escola Nossa Senhora do Carmo (Lei Nº 1.494/2004), 2º Grau, que sem esse auxílio, já teria desaparecido.

Na parte referente ao transporte, até agora1 fez o seguinte:

- reforma de seis pontes de tamanho médio;
- reforma de 28 mata-burros de ferro e construção de mais dezoito;
- construção de sete pontilhões de ferro com cimento armado, que foram doados pela Secretaria de Obras do Governo Estadual, por intermédio do Secretário, Dr. Carlos Eloy; e
- uma ponte de cimento armado no Rio Capetinga, a primeira construída no município.

A construção da Estação Rodoviária, uma de suas obras mais importantes até agora e que deverá ser inaugurada em breve.

Prof Wanderley Ferreira de Rezende

trecho do Livro: Carmo da Cachoeira: Origem e Desenvolvimento.

Próxima matéria: Várias versões, mesmo fato, assim se faz a história.
Matéria Anterior:
Uma carta do Prof. Wandico para você.

1. Matéira editada 0riginalmente em 1980.

Comentários

Anônimo disse…
Continuação. Casamentos realizados na Freguesia do Carmo da Cachoeira, Minas Gerais. Ano 1888.
Raimundo e Leodora, na Igreja Matriz. Testemunhas: José Alves de Figueiredo Primo e Joaquim R. de Rezende;
José e Rita, na Igreja Matriz. Testemunhas: Álvaro Dias Pereira de Oliveira e Severino Ribeiro de Rezende Naves;
Francelino e Sebastiana, na Ermida de Domingos T. de Rezende. Testemunhas: João Urbano de Figueiredo e Antonio José T. de Rezende;
(escravos), na faz. de Domingos Teixeira de Rezende. Testemunhas: Antonio José T. de Rezende e João Urbano de Figueiredo;
Egídio e Blandina, na fazenda de Domingos Teixeira de Rezende. Testemunhas: João Urbano de Figueiredo e José Serafim;
Lucas e Ricardina, na Ermida da fazenda de Domingos Teixeira de Rezende. Testemunhas: José Augusto de Rezende e G. Balbino dos Reis;
Pedro Hermenegildo do Nascimento e Venância Maria Alves, na Igreja Matriz. Testemunhas: Joaquim Antonio do Nascimento e Francisco de Assis Reis;
Moisés e Felisbina, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Jorge da Silva e Eugênio Benedito da Silva;
Paulino e Francisca, em Luminárias. Testemunhas: Vicente Ferreira Mafra e José;
Agostinho e Marciana, na Igreja Matriz. Testemunhas: Emílio Gomes R. da Luz e Francisco de Paula Ferreira;
Jerônimo José da Silva e Isabel de Souza Fonseca, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Tomaz de Aquino Vilela e Eugênio José da Silva.
(continua)
Anônimo disse…
Continuação. Casamentos. Ano de 1888: Francisco Genciano das Chagas e Leandra Amália de Jesus, na Igreja Matriz. Testemunhas: Álvaro Dias Pereira de Oliveira e Joaquim Garcia Fonseca;
Irineu e Sabina, na Igreja Matriz. Testemunhas: Antonio B. da Costa e José Vilela de Rezende;
Mizael e Rosária, na Igreja Matriz. Testemunhas: Domingos A. Teixeira e João Batista Domiciano;
José Veríssimo da Silva e Leopoldina Vilela Teixeira, na Igreja Matriz. Testemunhas: Joaquim P. de Figueiredo e Eugênio B. da Silva;
Balbino e Filomena, na Igreja Matiz. Testemunhas: Martinho D. de Oliveira e Luiz Antonio Costa;
Maximiano e Anacleta, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Tomaz de Aquino Vilela e Valério;
Luiz e Felícia, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Cândido da Costa e Álvaro Dias Pereira de Oliveira;
Antonio e Filomena, na Igreja Matriz. Testemunhas: Antonio Garcia dos Reis e Álvaro Dias Pereira de Oliveira;
Vicente e Generosa, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Antonio dos Reis e Francelino;
Júlio e Bernardina, na Igreja Matriz. Testemunhas: Augusto José da Silva e Francisco Garcia dos Reis;
José e Martinha, na Igreja Matriz. Testemunhas: Augusto José da Silva e Francisco Garcia dos Reis.
(continua)
Anônimo disse…
Continuação. Casamentos. Ano de 1888:Domingos e Júlia, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Batista da Fonseca e Francisco Genciano das Chagas;
Severino e Cândida, na Igreja Matriz. Testemunhas: Manoel Alves Teixeira e João Batista Eufrosino;
Augusto Ribeiro Naves e Olímpia Generosa dos Reis, na Igreja Matriz. Testemunhas: Domingos Alves Teixeira e outros;
Eugênio Antonio de Souza e Jacinta Maria de Oliveira, na Igreja Matriz. Testemunhas: Joaquim Garcia da Fonseca e Eugênio B. da Silva;
Bruno e Francisca, na Igreja Matriz. Testemunhas: Joaquim Fernandes dos Reis e João Caetano da Costa;
João e Ana, na Igreja Matriz. Testemunhas: Mizael Dias de Gouvêa e Adão;
Belizário e Luciana, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Caetano da Costa e Firmino;
João Pedro da Fonseca e Joaquina Leopoldina de Jesus, na Igreja Matriz. Testemunhas: Teodoro Antonio Naves e João Antonio Naves;
Antonio Roiz Santiago (Rodrigues Santiago) e Mariana Leopoldina de Jesus. Testemunhas: Gregório A. de Figueiredo e José A. de Figueiredo;
Teodósio Azarias de Paula e Elisa Maria de Jesus, na Igreja Matriz. Testemunhas: Joaquim José Ferreira e Vitoriano Alves da Costa;
Camilo José da Costa e Ana Cândida de Mendonça, na Igreja Matriz. Testemunhas: José Ferreira Pinto e Joaquim B. da Fonseca;
Sebastião José da Silva e Antonia Maria do Espírito Santo, na Igreja Matriz. Testemunhas: Tiburcio de B. Silva e Eugênio Adelino de Souza;
Luiz Antonio da Costa e Narcisa, na Igreja Matriz. Testemunhas: José F. Mariano e Davi Machado de A. Monteiro;
Silvestre Antonio da Cruz e Umbelina Anastácia de Jesus, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Sabino e Davi Machado de A. Monteiro;
Américo Antonio de Carvalho e Vitalina Ferreira Rosa, na Igreja Matriz. Testemunhas: Eduardo Alves de Gouvêa e Francisco Garcia dos Reis;
Francelino e Antonia, na Igreja Matriz. Testemunhas: Joaquim José de Lima e Camilo;
Tiburcio Domingos de Angola e Idalina, na Igreja Matriz. Testemunhas: João Antonio Naves e Teodolindo da S. Serra Negra;
Pedro e Idalina, na Igreja Matriz. Testemunhas: José Divino dos Reis e Luiz Antonio da Silva;
Veríssimo e Inês, na Igreja Matriz. Testemunhas: Roque e José André;
Pedro Luiz de Andrade de Figueiredo e Maria de Rezende, na Igreja Matriz. Testemunhas: Joaquim Gonçalves da Fonseca e Eugênio B. da Silva.
(continua)

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.