Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

O cachoeirense Neca, é alegria contagiante.


O Neca, é Manoel Ferreira Dias, cidadão cachoeirense envolvido com os assuntos culturais. Fez parte do CD comemorativo do Sesquicentenário da Freguesia. Entrou com o assobio, que, ao passar, alegra as ruas da cidade. Jovem senhor, casado com a funcionária pública Selma, esbanja conhecimento sobre o passado da região. O pessoal lhe pergunta: "Como você guarda tanta informação sobre coisas do passado?" Ele responde: "Presto atenção em tudo, e vou sempre conversando, perguntando e registrando na memória. Isto se chama interesse".

No fim de tarde, num dos dias desta semana, lá estava ele, em pé, na Praça do Carmo, trocando lembranças e recordações. O diálogo era com Ninita e Ziquinha (Alvarenga/Sant'Ana). Assunto: fazenda Chamusca, terra que serviu de berço para o Neca. Seus ancestrais vieram da fazenda Pinheirinhos, lá dos lados de Ingaí.


Comentários

Anônimo disse…
Errata. Tipo de erro: conceitual. A Fazenda colocada como link neste artigo é a FAZENDA DOS PINHEIROS, no Município de Carmo da Cachoeira. Em alguns documentos mais antigos ela aparece com Lavras ou Luminárias (questão de mudanças nos limites). O Projeto Partilha a trata, como sendo uma fazenda limítrofe do conglomerado da Fazenda da Boa Vista. A Fazenda Boa Vista, que foi havida por compra por José Joaquim Gomes Branquinho, e que cedeu o nome ao Distrito que se formou ligado a Lavras do Funil, incorporou, num dado momento, as Terras da Fazenda dos Pinheiros citada acima.
A Fazenda PINHEIRINHO, fica no lado oposto a Fazenda dos Pinheiros, tendo como referência o Rio Ingaí. A FAZENDA PINHEIRINHO (dos ascendentes do NECA), fica bem próxima a Ingahy Velho; a Fazenda do Miranda; ao Morro e a Fazenda do Carvalho e entre a Serra do Campestre e a Serra Pedra Branca. Existia um caminho bem conhecido nos velhos tempos que, vindo da Serra das Três Pontas, seguia em direção a Fazenda da Barra, chegando a Luminárias.
em seu percurso, entre a Fazenda do Quilombo e o Ribeirão/Fazenda da Vargem Grande(com início no Ribeirão Pirapetinga), existia um desvio. Ele fazia a ligação ao caminho que, vindo da Serra do Campestre, passava pela Fazenda PINHEIRINHO e INGAHY VELHO, seguindo até Luminárias. Assim, Serra das Três Pontas e Fazenda PINHEIRINHO se interligavam, passando pela FAZENDA DA BARRA.

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.