Correspondência recebida:





de: Carlyle Faria Florenzano

Sou filho de Ary Florenzano e é muito gratificante quando se vê que a sua memória não foi esquecida.Também tenho essa casa em minha memória pois aí passava sempre minhas féria escolares.

Comentários

projeto partilha disse…
Oi Carlyle(fala-se Carlale), não é isso? O Projeto Partilha orgulha-se em têlo como leitor. Conhecemos você por nome, através do museu Bi-Moreira, mais especificamente, através de nosso querido amigo, Professor Angelo, guardião permanente daquele espaço e de sua história.
Continue conosco. Gratidão.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.