Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

Trechos de histórias.

Aos vinte e cinco dias do mes de agosto de mil oitocentos e cecenta e dois foi pronunciado com a dacta de ontem Manoel Ponciano Justiniano (...) artigos 207 e 235 do que para constar a qui declaro. Eu Aureliano Mendes, escrivão que a escrevi e asssignome.

l=l

Aos quatorze dias do mes de dezembro de mil oitocentos e secenta e tres me foi entregue pelo segundo supplicante do Subdelegado Antônio Severiano de Gouvêia uns autos (...) Silvério Alves Chaves (...) sentença do subdelegado deste Districto do Carmo da Cachoeira em que (...) Manoel Januário Pinheiro no Artigo 193, parágrafo 5; 6 e 15 e os remeti ao Senr. Doutor Juis Municipal do Termo do que para constar lanço aqui o nome. Eu Aureliano José Mendes escrivão que escrevi e assignome.

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Comentários

Anônimo disse…
Ouvindo um pouco mais JOSÉ GUIMARÃES, em sua obra já citada em comentário anterior, p.57: "Antonio Nunes de Rezende, Capitão (...) casou-se com MARIA PEDROSA DE MORAES, filha do Sargento-Mor JOÃO ALVES PRETO e de MARIA PEDROSA DE MORAES. Antônio Nunes de Moraes e sua esposa redigiram testamento conjunto em 12-5-1808 na Fazenda do Paiol Queimado, na Aplicação da Lage (hoje cidade de Rezende Costa), no qual declaram ter 7 filhos: Maria Pedrosa de Morais (ou de Rezende), em 1808 já era viúva do alferes Manuel Pacheco Monteiro, português; Ana Joaquina de Rezende, no testamento de seus pais, em 1808, consta que já era a viúva do alferes Antônio da Costa Pereira; João Alves de Morais, casado com Joaquina Maria Pinto; Emerenciana Joaquina de Rezende;
José Nunes de Rezende, casado com Joana Teixeira da Natividade, filha do tenente Antônio Teixeira de Carvalho e de Josefa de Jesus do Monte; Manuel Nunes de Rezende, faleceu solteiro, com 3 filhos reconhecidos: Helena Maria; João de Morais Rezende e Florisbela Maria. O último filho de Antonio Nunes e Maria Pedrosa de Moraes foi Joaquim Antonio de Rezende, casado duas vezes. A primeira com Maria Honória e a segunda com Isabel Cândida do Amaral.


JOSÉ GUIMARÃES, p. 17, ao tratar dos ancestrais de João de Rezende Costa, casado com Helena Maria diz: "Arthur Rezende, em sua Genealogia Mineira, volume III, página 714, relata que 'Manuel Rezende, casado com dona Anna Costa, além de JOÃO DE REZENDE COSTA, casado com dona Anna Costa, alem de João Rezende Costa, casado com Helena Maria, teve: FRANCISCO DA COSTA, natural da freguesia de N. Sra. da Assunção, ilha de Santa Maria, Bispado de Angra, foi casado com MARIA DA SILVA tendo pelo menos, os seguintes filhos: 4-1 André DA COSTA (...) foi casado com a filha de DOMINGOS FRANCISCO TERRA e sua mulher ISABEL PIRES DE MORAIS" (paulista, de Guarulhos-SP). Dona JOSEFA MARIA DE REZENDE, solteira e ANTÔNIO LUIS TEIXEIRA, foram padrinhos de JOSEFA, filha de ANDRÉ DE REZENDE COSTA, em Prados no dia 23 de abril de 1764.

Postagens mais visitadas deste blog

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.

As três ilhôas de José Guimarães.