Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Correspondência recebida.


de: anônimo

A muito tempo atrás vieram uns homens do Governo e lhe propuseram ao pai do Padre Godinho desapropriar sua casa para ser a sede das "Escolas Reunidas". O título de Grupo Escolar era reservado às cidades.

A bem dizer, não havia nenhuma escola para reunir, mas o Governo precisa pôr fermento, mesmo nas miúdas realizações em um pobre arraial. E as "Escolas Reunidas" vieram. Deram-lhe, como convinha, o nome do deputado da região, nosso amigo, por sinal, e compadre de meu pai.

Matriculei-me no quarto ano. Creio que não chegávamos a uma dúzia, entre meninos e meninas. Coube-nos a glória de inaugurar a cultura "superior primária" em nossa terra! Onde andarão, hoje, eles e elas? No encerramento do curso, fomos fotografados diante da grande porta de entrada. O retrato foi lambido pelo tempo. Está amarelo e triste como uma folha de malva entre as páginas das Horas Marianas de minha avó.


TS Bovaris:

Recebi este texto, muito provavelmente um trecho que algum livro ou documento, mas não consta a fonte, se alguém conhecer por favor informe para poder dar o devido crédito.

Comentários

Anônimo disse…
Lembro-me de ter lido isto, numa das obras de Pe. Godinho. Não tenho o livro, no entanto, se alguém o tiver, pode dar uma olhadinha, e ajudar na localização do trecho, e asssim colaborar para atualizações, não é dissi, TS Bovaris?
Fica aí a dica.

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.