Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Certidão de nascimento de Manoel Francisco Maciel.

CERTIDÃO DE NASCIMENTO

Certifico que, revendo o livro n.9 de registro de nascimento, às fls. 70 verso a 71, sob o n.39, encontrei o registro de nascimento do teor seguinte:

"Aos vinte dias do mez de junho de mil novecentos e dose, n´esta cidade de Baependy, em meu cartório, recebi uma participação de José Francisco Maciel, morador no logar denominado Rego D´Agua, d´este districto, na qual declarava que no dia vinte e quatro de maio próximo passado, às onze horas da noite, no logar acima referido, nasceu uma criança do sexo masculino, filho legítimo seu e de sua mulher D. Thereza Luiza da Conceição; que essa criança tem por avós paternos Manoel Francisco Maciel e D. Anna Silveria de Jesus; e maternos José Coelho de Abreu, já fallecidos e D. Rita Santa de Cassia; que a referida criança vai ser baptisada com o nome de Manoel. Do que para constar faço este termo. Eu, Roldão Pereira de Sousa, Escrivão de Paz e Official do Registro Civil, o escrevi e assigno. (a.) Roldão Pereira de Souza." - Nada mais, continha o referido registro que fielmente dalilografei, suscrevo, dou fé e assino. Baependi, 10 de janeiro de 1964. O Oficial do Registro Civil, Antônio Nicoliello."

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Próxima matéria: A fazenda Saquarema e as irmãs Teixeira.
Artigo Anterior: Trechos de histórias.

1 A cópia do referido documento faz parte dos arquivos do Projeto Partilha.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.