A venda da fazenda Campo Formozo em 1879.


Aos seis dias do mes de março de mil oitocentos e setenta e nove...

Escriptura de compra e venda que faz o tenente coronel José Fernandes Avelino e sua mulher dona Maria Clara Umbelina (...) compradores o coronel Luiz Antônio de Oliveira por seu procurador Pe. Joaquim José de Oliveira Filho (...) a sua fazenda denominada = Campo Formozo (1794) = que se compoem de campos e capoeiras e uma pequena benfeitoria no lugar denominado = Tijuco Preto = cujas confrontações são as seguintes: principiando onde faz barra o Córrego do Tijuco Preto no Ribeirão da Lage, e seguindo pelo mesmo correguinho do Tijuco té a primeira Barrinha que vem da capoeira do Estreito, e por este corriguinho acima ao Vallo, e por este a outra Cabeceira do Correguinho do Capão e por este abaixo té a barra do Correguinho da Capoeira dos Pinheiros, e por este acima té a primeira barra do Correguinho que vem do Assombrado e por este assima ao Vallo Cabeceira do mesmo e por este vallo a encontrar o Vallo das duas porteiras, dividindo neste rumo com os compradores, e seguindo o vallo das duas porteira atravessando a estrada a uma cova que se acha na beira do messmo vallo, dividindo neste rumo com o tenente Gabriel Flávio da Costa, e da dita Cova em rumo direito a ganhar o espigão e seguindo este (...)vertentes té uma Cova que se acha na beira do Vallo da Chapada ao lado direito da Porteira e desta em rumo direito a outra Cova que se acha na beira do Vallo que serve de feixo as Capoeiras da Chapada e seguindo este mesmo vallo a encontrar outro que vem do lado do Cattêto dividindo neste mesmo com Dominicianno Ferreira D'Oliveira, e seguindo pouca distância pelo Vallo que vem do Cattêto a encontrar o Vallo que vem da Capoeira do Canavial e seguindo por este mesmo Vallo a encontrar o que vem das Içaras, e seguindo esta abeirando a capoeira e deixando o Vallo abeirando a mesma Capoeira té onde finda um campestre, e entrando na na Capoeira, pelo espigão agoas vertentes té o vallo que vem do mato do (ilegível), dividindo neste rumo com José Ignácio de Santa Ana, e seguindo o mato digo o Vallo que vem do matto do Vinho a esquerda té frontear uma serca onte tem uma Cova e desta em rumo direito a outra Cova na beira do Capão, e seguindo pela beira desta té outra Cova que se acha na beira do mesmo, e desta em rumo direito ao Vallo onde tem outra Cova(...) ao Ribeirão da Lage, e por este abaixo até a barra do Córrego Tijuco Preto onde teve principio esta demarcação, dividindo em parte com os compradores e as terras assim demarcadas vendemos m(...) terras Campo Formozo = da Freguesia da Cachoeira (...) pela quantia de quinze contos de réis (...).Eu passo a prezente é gozando do privilégio que me garante o pôsto que occupo na Guarda Nacional. Fazenda do Jardim, 24 de fevereiro de 1862. Testemunhas presentes: Sr. José Esteves dos Reis e Silva e João José do Nascimento. Escrivão interino de notas nesta freguezia da Cachoeira do Carmo, Francisco de Paula Cândido.

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Palanques e trincheiras na defesa dos quilombos.