Um antigo cachoeirense na multidão.


Ajude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço "comentários" para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região.

Próxima imagem: Entrada solene de Padre Godinho em Cachoeira.

Comentários

projeto partilha disse…
João Floriano Nogueira, morador na freguesia do Carmo da Cachoeira era cunhado de Rita Vitalina de Souza, segunda mulher de José Fernandes Avelino. João foi casado com a irmã de Rita Vitalina de Souza, ambas filhas de Maria Teresa Villela e do tenente Francisco Inácio de Souza.

Cf. em duas páginas disponibilizadas pelo Projeto Compartilhar:
*Maria Teresa Villela.
e
*tenente Francisco Inácio de Souza.

"João Floriano Nogueira, morador na Freguesia do Carmo da Cachoeira aparece com testemunha em 23/06/1873", quando Martiniano Xavier de Mesquita e sua mulher Francisca Zeferina de Mesquita, "nesta Freguesia da Cachoeira do Carmo, em casa de morada do cidadão João Jacob Nestle, o constitui seus procuradores. Entre as testemunhas presentes estão o Rvmo. Joaquim Antonio de Resende e Adão Pereira Lagos, moradores nesta Freguesia de Cachoeira".
vale do sapucaí, minas gerais disse…
Si liga pessoal "de Rates". O Manoel Teixeira de Carvalho, natural de Santa Maria de Veade - Arcebispado de Braga - Portugal e casado com dona Anna Josepha, de Ouro Fino e sua descendência, em Santana do Sapucahy e depois esparramados, prá mim, tem ligação com esta ilustre família "de Rates", cujo gentilício desapareceu por algum tempo, ressurgindo depois.
pentelho ativo disse…
Alguém aí já se perguntou, quem foi CLAUDINA DA SILVA MORAES, casada com JOSÉ JOAQUIM BARREIROS?
descendente, "DO SACRAMENTO" disse…
Há tempos buscamos as famílias "DE JESUS" e "DO SACRAMENTO". Deve haver mais pessoas atrás dos "de Jesus", pois vimos sua interferência neste blog. Quanto a Família "Do Sacramento", da qual também descendo, procuro por dona TERESA ANGÉLICA DE VILLELA, casada com a família Penha ou Penna/Pena. Vi o nome da mulher de José da Costa Moraes aí. Ela é Penha. Parece que este pessoal foi pra Barbacena, nas proximidades da Aplicação de Nossa Senhora das Dores do Rio do Peixe, termo da cidade de Barbacena. Em JACINTO GONÇALVES CAMPOS, do Projeto Compartilhar aparece o casal, sem no entanto fazer referência a eles.
familia "De Jesus" disse…
Tenho descendência em Anastácia Adriana de Jesus, casada com João Alves Garcia. Eu os encontrei em Passos, no entanto estou tentando chegar o Diogo Garcia, que pelo que sei esteve pelos lados do Rio Grande e teve filhos casados com o pessoal "de Sacramento", "Alves Garcia". Se tiver mais informações, postarei. Acompanho diariamente este blog, que muito me ajudou na busca de minha família.
projeto partilha disse…
O Rvmo. Padre Joaquim Antonio de Rezende, em 25 de junho de 1883 era proprietário na Freguesia de Carmo da Cachoeira-MG, segundo o seguinte documento: "possuidor de morada na rua Direita dividindo por um lado com Doutor José Constâncio de Oliveira e Silva, digo com Francisca Josephina da Silva, pelo fundo com Anna Luiza de Carvalho, a qual vende para Manoel dos Reis e Silva. Testemunhas: Joaquim Ferreira de Azevedo e José Pedro Ferreira".

Em nossas anotações, para efeito de estudo, encontra-se a seguinte:
José Pedro Ferreira, casado com Sabina Amélia de Araújo, pais de Flausino de Araújo Ferreira (ou Eufrosino), casado com Inocência Villas Bôas. Dona Inocência é descendente da família de José Soares da Costa.
em busca de um título disse…
Tendo um trabalho para desenvolver comecei a navegar e li neste blog muitos nomes. Entre eles, muitas famílias abastadas daí para que vieram para os lados do litoral. Estou lendo o trabalho da doutora Célia Maria Loureiro Muniz, do ano de 2005. O texto é Uma metodologia para o estudo de famílias de cafeicultores do Vale do Paraíba no século XIX. e está no Laboratório de História Economica e Social. Anais do I Colóquio do LA. H. E. S. Pareceu-me bem interessante.
projeto partilha disse…
"Anno do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de mil oitocentos e trinta e dois (...)" Auto de Levantamento e Criação da Vila de Lavras do Funil (1832).
Fonte: Revista do Arquivo Públic Mineiro. Volume I. 1911. p.151.

Cf. Uma genealogia de Minas Gerais - Windows Internet Explorer

http://gui.hen.sites.vol.br/ata_fundacao.htm
Projeto Partilha disse…
Joaquim Fernandes Ribeiro de Rezende, casado com dona Jacinta Ponciana Branquinho, foram fundadores da Fazenda das Abelhas.
Entre seus filhos, João Ribeiro de Rezende casou-se duas vezes. A primeira com dona Maria Jesuína Vilela ou Maria Jacinta Vilela, conforme óbito aparece no óbito do primeiro marido. Viúva casou-se com Francisco Antonio dos Reis.
*Constitui procuração dem Dores da Boa Esperança, Termo de Três Pontas, Comarca do Rio Verde, no inventário de dona Leonor Felizarda de Barros, casada com Inacio Pereira Goularte.
* Foi inventariante de JOSÉ SOARES DA COSTA, filho de Bento Soares da Costa e Emerenciana Rosa. Inv. 1821. "Instituo por meus testamenteiros em primeiro lugar João Ribeiro de Rezende, em segundo o ten. coronel Geraldo Ribeiro de Rezende". Lembrando que o ten. cor, Geraldo (batizado em 13/03/1804 em Lagoa Dourada, casou-se com Maria Ângela Gonçalves). Era irmão de João Ribeiro de Rezende, ambos filhos de Joaquim Fernandes e de dona Jacinta Ponciana.

Cf. Projeto Compartilhar e o Genealogista José Guimarães.
projeto partilha disse…
Dona Inácia Leopoldina da Costa.
Inventário: Fazenda das Abelhas. Freguesia de Carmo da Cachoeira. Termo de Lavras. Comarca do Rio Verde. Inventário: 1862. Deixa Viúvo Severino Ribeiro de Rezende, filho de Joaquim Fernandes e Jacinta Ponciana.

Segundo casamento de Severino Ribeiro de Rezende em9-9-1867 com sua sobrinha Jacinta Ponciana de Rezende, filha de seu irmão Capitão Antônio Abdenago de Rezende e Purcina Cândida de Figueiredo ou Purcina Ponciana), filha de Antônio Alves de Figueiredo e de Cândida Nicésia Branquinho (segundo Mons. Lefort).
Mariana Severina de Rezende, filha do primeiro casamento de Severino com dona Inácia Constância (segundo José Guimarães) e nos documentos apresentados pelo Projeto Compartilhar Inácia Leopoldina da Costa, foi casada com Maximiano Severo da Silva.
Yasmin disse…
TS Bovaris. Eu mal posso acreditar. Vi a Igrejinha da Estação daí de Carmo da Cachoeira num site do Rio Grande do Sul. Podes crer? Se não acreditar em mim procure no google, como eu fiz. Sabe onde encontrei?
Igrejinha, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil - Fotos: Igrejinha ...

www.glosk.com/BR/.....

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.