Dom Inocêncio Engelke e o clero em Carmo da Cachoeira.

Ajude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço "comentários" para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região.

Comentários

projeto partilha disse…
O Bispo é Dom Inocêncio. O município prestou homenagem a este insigne pastor, denominando uma das ruas de CARMO DA CAHOEIRA-MG com o seu nome. Nesta rua está localizada a Casa Paroquial, residência de Pe. André Luiz da Cruz.
A Diocese da Campanha está ajudando o Projeto Partilha registrar o nome dos presentes na foto, através do Mons. José Hugo Goulart e Silva.
Mons. José Hugo exerce o magistério, como professor de latim nos Seminários da Diocese da Campanha. É auxiliar nas Paróquias de Natércia e Conceição das Pedras. É juiz Instrutor da Câmara Eclesiástica da Diocese da Campanha-MG. Profundo conhecedor do passado dos membros ligados a referida Diocese e colaborador do Projeto Partilha neste reconhecimento. Nosso profundo respeito e gratidão ao Mons. José Hugo Goulart e Silva.
projeto partilha disse…
Dom Inocêncio Engelke. Cf htt://www.diocesedacampanha.org.br/historico.html
projeto partilha disse…
De Minas Gerais para o Brasil. Osvaldo Heller da Silva, em artigo denominado, A foice E a Cruz, diz: "Entretanto, em 1950, manifestaram-se sinais de mudanças, apesar da aparência estática da hierarquia católica. A carta pastoral do bispo DOM INOCÊNCIO ENGELKE, do estado de Minas Gerais, foi considerado como ponto de partida da nova linha política da Igreja brasileira".

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.

Pesquisando a genealogia italiana