Correspondência recebida:


de: Projeto Partilha

na casa mater, junto a Cachoeira dos Rates, não havia ermida dada a especificidade de sua função (rancho de pouso), já na segunda casa, a casa nova da família Rates, no ato de sua construção já se pensou em um lugar especialmente consagrado. O comôdo à direita. Ele não mantinha comumicação com os outros cômodos da casa. Aí era dedicado ao trabalho religioso e onde se guardavam os objetos sacros e paramentos de religiosos. Nossa querida Maria Pereira (in memoriam) que viveu sua vida toda trabalhando na Matriz de Nossa Senhora do Carmo conta que seu pai, vinha à cavalo do sítio onde morava e pernoitava nesta casa. Abrigo dos padres que passavam pela cidade, e também de pessoas de "confiança", como era o caso de seu pai, um devoto. Recebia apoio ao necessitar ficar no arrail. Dionísia fala que, as roupas usadas pelos antigos padres eram cuidadas com muito zelo e guardas neste cômodo/oratório. Poucos entravam para dar manutenção. Tinha que ser pessoa de confiança. O lugar era Sagrado e respeitado.

de: Florisbela de Jesus

Sou educador e sigo, a medida que posso, a "Pedagogia de Jesus". O forte para mim é a valorização de comunidades como núcleos de ensino-aprendizagem.

de: Pérolas da Aparecida

O Documento da V Conferência retrata a realidade da Igreja Católica no continente latino-americano e caribenho com suas tensões, desafios e realizações. Nele vamos eancontrar tensões que perpassam a Igreja na América Latina e Caribe, devido às diferentes concepções de Igreja que aí estão presentes. Saído deste contexto coflitvo, o documento, contém pérolas preciosas. Que pérolas são estas, alguns perguntarão. Foram pinçadas onze delas:

1- A leitura popular e orante da Bíblia. A Palavra de Deus é apresentada como fudamental para a caminhada do Povo de Deus;

2- A opção pelos pobres. É uma opção TRINÁRIA: É a opção do Pai (cf.Ê 3,7-10;20,2; Mt 11,25-26), do Filho, Jesus de Nazaré (Lc 4,16-21) e do Espírito Santo que envia Jesus para o meio dos pobres (Lc 4,18-19) e é a opção de Maria, a Mãe de Jesus (Lc 1,46-56);

3- A reafirmação das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) como célula inicial de estruturação eclesial e foco de evangelização, sendo verdadeiras esvcolas que formam discípulos/as missíonários/as do Senhor;

4- O reconhecimento dos povos indígenas e afro-americanos;

5- O diálogo ecumênico e inter-religioso. "Que todos sejam um" (Jo 17,21);

6- O reconhecimento do papel da mulher na Igreja e na sociedade;

7- A volta do método ver-julgar-agir;

8- O desafio da construção de um continente de justiça e de paz como tarefa principal da política;

9- A busca da Integração dos povos da América Latina e Caribe, para a formação da Pátria Grande;

10- O cuidado com a natureza. Nos convida a sermos como São Francisco que soube louvar a nossa Irmã Mãe Terra; e

11- "O trabalho é a chave essencial de toda questão social" (João Paulo II).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.