Instrução particular de ensino.


Clique aqui e veja a ilustração da primeira instituição particular de ensino de Carmo da Cachoeira.
Em relatório assinado por Antônio Batista de Sant’Ana, em 28 de fevereiro de 1957, na casa da Professora Maria Amélia Fonseca, haveria ensino particular. Esta residência fica na esquina da Rua Presidente Antônio Carlos com a Rua Antônio Justiniano dos Reis, em frente a Escola Pedro Mestre.

Comentários

Projeto Partilha@ disse…
Errata. Tipo de erro: Equívoco. A Casa do antigo morador de CACHOEIRA, Manoel Antonio Rates realmente funcionou como escola e também como tabeião. O equívoco é quanto ao imóvel e local. Esta casa, que BATISTA SANTANA nos indica como INSTRUÇÃO PARTICULAR, ficava num terreno baldio existe a Rua Presidente Antonio Carlos, cuja lateral fica em frente a entrada de alunos da Escola Fundamental Estadual, Pedro Mestre. A casa do primeiro morador fica na Várzea das Boiadas, ao pé do morro do Cruzeiro, junto a CACHOEIRA DOS RATES. Existe mais escola por aqui. Falaremos delas aos poucos.
E.E.Pedro Mestre disse…
PROJETO PARTILHA

Sentimo-nos imensamente honrados com a iniciativa do Padre André em divulgar a história de nossa querida Carmo da Cachoeira através do Projeto Partilha. E, como fazemos parte desta história, resolvemos incluir neste blog, a nossa pioneira Escola Estadual “Pedro Mestre” hoje, com 105 anos de existência, nosso maior motivo de orgulho, por ter acolhidos em suas salas, cachoeirenses ilustres como Padre Antonio de Oliveira Godinho, Dr. General Genuíno Sant’Ana, seu sobrinho Padre Edgar Sant’Ana e tantos outros.
Aos seus ilustres professores Dona Nair, Dona Zuleica, Dona Hermínia, Dona Lourdes Galvão e muitas outras, o nosso eterno agradecimento, especialmente ao mestre que deu nome a esta instituição, o nosso saudoso “Pedro Juvêncio de Souza, o Sr. Pedro Mestre” – amigo dos alunos, o qual sempre os cativava com deliciosos biscoitinhos de polvilho. Bons tempos aqueles da infância de meu pai Argemiro Sant’Ana, dos quais conheço várias histórias, como esta do Senhor “Pedro Mestre” que sabia ser enérgico, porém generoso e amigo – verdadeiro educador – que se preocupava não apenas com a transmissão de conteúdos; mas também com a formação do indivíduo como ser humano.
Outros mestres também fizeram parte de nossa história. Gostaria aqui de homenagear todos eles. Como o número é imenso, escolhi a nossa querida Dona Emilia Brito Mesquita Arco, imagem de humildade, delicadeza, compromisso, resignação, dedicação e amor ao próximo, especialmente aos alunos mais humildes – uma “santa” que graças a Deus ainda está em nosso meio.
Pessoas como Dona Emilia, são um presente de Deus, digna de representar uma classe tão importante, mas infelizmente tão desvalorizada pela sociedade atual.
Em 2003, ao completar 100 anos resgatamos a história de nossa escola e, junto com ela nos emocionamos com uma linda festa.
A partir de 1998, com a municipalização das escolas estaduais de ensino fundamental (1ª à 4ª séries) passamos a trabalhar com alunos de 5ª a 8ª séries – sendo a maioria da zona rural. Hoje também atendemos os jovens e adultos no noturno (Projeto EJA).
Apesar de todas as dificuldades, fomos escolhidos para participar do Projeto “Escola Referencia”. Iniciamos os trabalhos com dois projetos aprovados dentre aproximadamente 300 escolas contempladas em Minas Gerais.
A sociedade atual é totalmente diferente de alguns anos atrás. Hoje com a influência dos meios de comunicação, a busca dos pais pela sobrevivência, famílias desestruturadas... dificulta muito o trabalho a escola. A escola, mais do que nunca, precisa do apoio dos pais, da sociedade para desempenhar realmente o seu papel. Apesar de tantas dificuldades e da total desvalorização profissional, sentimo-nos escolhidos por Deus para realizar esta tão nobre missão – educar.
Sendo assim, graças à infinita misericórdia de Deus, estamos conseguindo vencer barreiras, estamos a caminho e de braços abertos para recebermos todo tipo de colaboração.

A família da
E.E. “Pedro Mestre”
Desde já agradece.


Para maiores informações, conheça o histórico de nossa escola:




Histórico Cronológico da E.E. “Pedro Mestre”

• 1903 – Criação da Escola com o nome de Escola Pública de Instrução Primária.
• 1929 – Feita a escritura do terreno medindo 2000m2 de área, onde foi construído o prédio (parte da frente) onde até hoje funciona.
• 1930 – Passou a Escolas Reunidas.
• 1947 – Instalação do Grupo Escolar com a denominação de “Monsenhor Nardf”
• 1952 – O prédio foi ampliado com a construção de um gabinete e duas salas de aula.
• 1957 – Recebeu a denominação de Grupo Escolar “Pedro Mestre”
• 1970 – Foi construído um galpão coberto e mais duas salas de aula.
• 1973 – Passou a denominar-se Escola Estadual “Pedro Mestre”






Diretoras(es) da E.E. “Pedro Mestre”

Amélia Ernestina de Freitas
Pedro Juvêncio de Souza
Nair Caldeira
Hilda Brito Mesquita
Geuza Nazaré de Carvalho Soares
Maria Aparecida Gonçalves Reis
Gina Lúcia Vilela Chagas Sant’Ana

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Palanques e trincheiras na defesa dos quilombos.