Entre o gado e as matas.


Domingos Ribeiro de Rezende, que em 1918 aparece como proprietário da fazenda Córrego das Pedras, situada a oito quilômetros da sede administrativa de Carmo da Cachoeira. Deixando para o passado o espaço de 1.100 alqueires de terras desta fazenda, os 180 alqueires de cafezais que produziam em média 20.000 arrobas por safra, os 350 alqueires de invernadas de capim gordura e 650 alqueires de campos, matas e capoeiras, onde a indústria pastoril abrigaca 900 cabeças de gado e 130 cavalares e muares curvamo-nos diante da natureza aí preservada, neste século XXI. As imagens contarão a história, que palavras são limitadas para descrevê-la.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.