Famílias integradas na consciência ecológica.


Às famílias que se espalham por toda esta região e dentro de nosso trabalho sempre são citada, é homenageada aqui nas pessoas de Aureliano Chaves Corrêa de Figueiredo e seu filho Lúcio, pela luta de ambos pela preservação ambiental e dos recursos hídricos da região.

Comentários

Projeto Partilha. disse…
O Álbum de Varginha. 1918. Sylvestre Fonseca e João Liberal traz uma parte de sua edição dedicada ao distrito de Varginha, Carmo da Cachoeira(na época). Nele é contemplada a citação de algumas fazendas como se poderá constatar através deste blog.Ao fazer sua introdução no Tomo correspondente a CARMO DA CACHOEIRA, p.149, o álbum presta homenagem a ANTONIO MARCIANO DOS REIS, filho de Maria Cândida Branquinho, neta de JOSÉ JOAQUIM GOMES BRANQUINHO da Fazenda Boa Vista. Ela nascida em Cachoeira em 1812 e batizada na Fazenda de Campo Belo, filha de João Damasceno Branquinho- Capitão de Ordenança Duas Barras, primeira instituição governamental de Carmo da Cachoeira- MG em 1811. Um pouco de história. Da tradicional Família "MORAES", em 1733 morava Ângela Ribeira de Moraes e seu marido, o açoreano JOSÉ GOMES BRANQUINHO, batizado em 1697. Foram pais de JOSÉ JOAQUIM GOMES BRANQUINHO, da Fazenda da Boa Vista, irmão, por parte de pai de Antonio Gomes Branquinho, SEGUNDO THOMAZELLI. ANTONIO MARCIANO DOS REIS, filho de Maria Cândida, nascida em 1812, é neta do Capitão José Joaquim da Fazenda Boa Vista. Ele é a pessoa homenageada pelo referido álbum. A primeira fazenda citada é a do Córrego das Pedras, motivo de nosso próximo comentário.
Projeto Partilha disse…
Fazenda do Córrego das Pedras, segundo o Álbum de Varginha, 1918, p.150/151 consta como sendo de propriedade do Coronel Domingos Ribeiro de Rezende. Conhecido em Carmo da Cachoeira como(MINGUTINHA) foi fazendeiro e chefe político no município. Foi casado com sua prima Maria dos Reis Figueiredo. Sua irmã Guilhermina Ribeiro de Rezende casou-se com Domingos Monteiro de Rezende(MINGUTÃO), proprietário da Fz. Pedra Negra de Três Pontas, hoje sede do Museu do café. Nomes que constam da árvore genealógica de Mingutinha:Francisca Ricardina Reis; Maria Benedita dos Reis Rezende; Coronel Antônio Teixeira de Rezende(da Fazenda dos Tachos); Domingos Teixeira de Rezende casado com dona Marcelina dos Reis Rezende(irmã de Maria Felícia de Figueiredo);Ana Teixeira de Rezende Paiva, casada com seu primo José de Rezende Paiva - ex-prefeito de Varginha;Gabriela Teixeira de Rezende e José Maximiniano Baptista Paiva; Maria Theodora dos Reis Figueiredo; Antonio Teixeira Rezende; Domingos Teixeira Rezende; Mariana Cândida de Figueiredo. Seus pais foram Maria Felícia de Figueiredo Reis e Estevam Ribeiro de Rezende(I). O Estevam Ribeiro de Rezende(II0 irmão de Mingutinha foi casado com Maria dos Reis Rezende, filha do Ten. Antonio Justiniano dos Reis e Idalina de Oliveira Costa.
Ao descrever a Fazenda FONSECA/LIBERAL diz que a área era de 1.100 alqueires, a indústrial pastoril da fazenda compreende 900 cabeças de gado vaccum zebú e caracú e 130 cabeças de cavalares e muares. Colonias: Italianas e nacionaes, sendo de preferencia os primeiros para a cultura de café.180 alqueires de cafezaes, produzindo em média 20.000 arrobas por safra;350 alqueires de envernadas de capim gordura; 350 de campos; 300 em mattas e capoeiras.
Ribeiro de Figueiredo disse…
SANTUÁRIO ECOLÓGICO
em
CARMO DA CACHOEIRA - MG

Fazenda Córrego das Pedras. Seus atuais proprietários e guardiães Aureliano chaves Corrêa de Figueiredo e seu filho Lúcio Chaves Corrêa de Figueiredo. Na fazenda uma capela,a e sob a proteção de Santa Terezinha. Vi o Evando realizando reportagem fotográfica no local. TS Bovaris, daria para publicá-las. Conheço o local e as pessoas. São dignas e o local, com sua mata preservada são o maior tesouro existente em Cachoeira.
Borges de Siqueira. disse…
O Senhor Aureliano Chaves é parente de outro do mesmo nome e conhecido em nível nacional. Trata-se de Antônio Aureliano Chaves de Mendonça, nascido em Três Pontas. Em eleição indireta, foi eleito Vice-Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil, na chapa do General João Batista Figueiredo. Faleceu em Belo Horizonte- MG e foi sepultado em Itajubá- MG(1929-2003).
da descendência. disse…
Falando dos antigamente, a cidade ao lembrar-se do Mingutinha logo pensa em Balthazar Corrêa Simões de Barros. Era o braço direito de Mingutinha no aspecto da manutenção de sua segurança pessoal.
Mantovani disse…
TS Bovaris. Como colaboração postei em seu e-mail referências a página do homenageado através de imagens.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.