Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

Direito dos animais.

Comentários

Anônimo disse…
Agora o pessoal de Cachoeira não pode alegar que não sabe. a declaração está publicada nas páginas de comunicação de sua cidade.
Anônimo disse…
Àqueles que estão envenenando os animais devem procurar saber quem foi o responsável pela criação dessas vidas que eles exterminaram. É ao CRIADOR DAS VIDAS que eles deverão prestar contas INEVITALVELMENTE. Exterminadores, aguardem o dia em lhe será pedido justificativa por estes atentados e assinada a sentença que deverás cumprir.
Anônimo disse…
Olha exterminadores: se voces ainda estão na Idade da Pedra saibam que são uns dos poucos remanescentes desta era pré-história na face da terra e estão fora de padrão.Tanto é verdade, que praticam estes atos às escondidas. São covardes matadores. É bom voces irem se atualizando. Leia uma proposta para nova postura diante da vida em LINGUAGEM ANIMAL. Comunicação Interespécies. Penelope Smith. Editora Mercuryo Ltda."Viver o dia a dia, com a consciência expandida, é uma aventura e tanto! Trazer para o nosso mundo humano todas as formas de vida, convidá-las a entrar em nossas vidas, nem que seja só por um instante, e pedirmos também para entrarmos em suas vidas, nem que seja só por um momento, penso que é uma aventura que vale a pena experimentar!" A falta de conhecimento é que leva pessoas a terem atitudes irrefletidas e cruéis. Reciclem-se para não perderem o bonde da história. O que estão esperando? Vocês não assistem os noticiários?
Anônimo disse…
Conheço o livro. Li a versão original: Animal Talk. Adqueri um exemplar numa das viagens que fiz aos Estados Unidos. Penelope acha que a sagrada conexão que fazemos com as outras espécies por meio da comunicação telepática é essencial para a totalidade do ser humano. Penelope mora com sua família animal na floresta de Inverness Ridge, junto ao Point Reys National Seashore, a noroeste de San Francisco. Fico pasma com tanta crueldade. Será que este pessoal exterminador ainda não acordou?
Anônimo disse…
Sheila Waligora é formada pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP/SP, em 1984. Dá palestras sobre Comunicação Entre Espécies, nas quais também divulga o trabalho científico do biólogo inglês Rupert Sheldrake, que vem trazendo para a ciência, de forma brilhante, o tema da comunicação entre espécies. Ela diz: "O Grande Espírito nos colocou todos juntos nesta linda Arca de Noé, chamada Terra! A Grande Inteligência criou tanta beleza, tantas formas e tanta luz, que nossa função é nos relacionarmos com as outras espécies, sem privilegiar apenas o nosso bem-estar físico, espiritual, intelectual eou emocional." Em Cachoeira ainda há os que envenemam? Que pena, tanta ignorância!!! Que pena!!!
Anônimo disse…
Diz Skeila: "Que através de nós, todos os seres, todas as espécies possam se beneficiar da leitura do livro Linguagem Animal! Boa Viagem!"

Postagens mais visitadas deste blog

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.

As três ilhôas de José Guimarães.