Mudanças no carmodacachoeira.blogspot.com


Na busca do equilíbrio, carmodacachoeira.blogspot.com, será reformulado a partir de 01 de abril. Agora ao invés de uma atualização diária serão três.
Todos os dias estaremos postando uma matéria especial de um de nossos valorosos colaboradores.
Terça-feira: será o dia de publicarmos a tabela cronológica e vamos sempre trazer uma ilustração de Maurício José do Nascimento, reportando sempre a um de nossos álbuns de ilustrações.
A cada momento colocamos novidades em nosso blog, e alguns mecanismos são desconhecidos de alguns de nossos visitantes. Por isso estaremos às quartas-feiras dando algumas dicas de como aproveitarem melhor os recursos de nosso blog.
A interatividade entre o blog e os visitantes também terá maior atenção. Agora publicaremos em forma de matérias parte do material recebido através dos comentários feitos pelos visitantes em nossas publicações, através do Orkut ou de e-mails. Este espaço estará disponível às: segundas, quintas e sábados.
No sábado também estaremos apresentando alguma forma animação, como vídeos ou slides.
Sexta-feira é dia de vermos alguma imagem de Carmo da Cachoeira que nos chame atenção por sua beleza ou importância. Já no domingo a imagem será de uma foto antiga de valor histórico.

Comentários

Sinhá das Dores disse…
Brigadão por dar dicas de utilização do blog. Sabe que tem gente que diz ter lido coisa que eu não acho aí. Tem janela por tudo quando é lado, e minha geração não sabe encontrar essas coisas. Meu filho diz que eu tenho que me atualizar, me empurra e diz, vai em frente. Mas não tem tempo para me ensinar. Eu vou em frente com meus pés, porque se ele me empurrar eu caio e posso me quebar mais ainda. Já estou quase inválida, mas vou em frente. Meu filho diz: Vai mãe, que atrás vem gente. Se a senhora não for, vai ser atropelada e o povão vai passar por cima da senhora. Eu vou, mesmo capengando. Brigadão.
Lucas disse…
INTERATIVIDADE. Sabe que fui até o google pra ver o que isso queria dizer. Entendi que é o pessoal conversando, comunicando. Li o comentário "das Dor" e fico pensando como deve ser difícil para ela ver o pessoal conversar sem se conhecer, e muito menos, sem se ver. Eu não queria ter nascido quando ela nasceu. Parabéns pela força "Das Dor".
Paulinha disse…
Que linda a casa de Manoel Antonio Rates. Sonho com ela. Alías sou uma sonhadora, não se influenciem, nem me disconsiderem. TS Bovaris você é um encanto, encantador.
Flávio disse…
O, TS Bovaris, Dia primeiro de abril aqui se comemora o dia da MENTIRA. A sua MENSAGEM é uma mentira?
Projeto Partilha disse…
Falando em valorosos colaboradores, uma partilha. O Projeto recebeu mais uma recém lançada obra: Vilela, Márcio Salviano. A Formação Histórica dos Campos de Santana das Lavras do Funil. Lavras: Editora Indi, 2007. A Revisão foi feita pelo nosso querido "Angelo Alberto de Moura Delphim", do Museu Bi-Moreira. Lavras. O Márcio poderá ser contatado pelo telefone (35)3867-14 02, na Secr. de Cultura da Prefeitura Municipal de Ribeirão Vermelho, onde desempenha sua função de historiador, pesquisador, entre outras.
Julinho disse…
Quem é esse Márcio Vilela, TS Bovaris?
Projeto Partilha disse…
Oi, Julinho. Não sabemos se irá satisfazer sua curiosidade. Lá vai. NOSSO JOVEM ESCRITOR. Seria bom que ele mesmo respondesse. Vai nos acessar, faz isso assuduam, por ora vai aí parte do que temos. Ele complementará com novos dados. Nasceu em Ribeirão Vermelho, em 1965, descendentes de portugueses povoadores dos sertões de MG no séc.19. Eram fazend. de posses em PIUMHÍ, ITAPECERICA e CANDEIAS. Autor dos livros, "Sobre Trilhos - Subsídios para a história de Ribeirão Vermelho" e da "Ementário da história de Ribeirão Vermelho", além da já recém citada obra. Dedica-se as pesquisas, levantam/ históricos. É defensor da política de proteção do patrimônio cultural de RIBEIRÃO VERMELHO. Dedica-se a música erudita a que está ligado ao Centro de Cultura Artística de Lavras. É PÓS GRADUADO PELA UFLA.
TS Bovaris disse…
Flávio,
Quem viver, verá.
Dê uma passad aqui dia primeiro e verifique. Talvez seja... Talvez não...

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.