Mapa do distrito de Boa Vista e arredores.

Jorge Vilela em breve apresentará mais um trabalho imperdível onde defende a tese de um caminho antigo que passaria pelas terras carmenses. Fala como um dos mais antigos, e parece que mostra através de passagem de visitadores da Igreja, como o Trindade. Aí ele vai colocar a fazenda das Abelhas e a fazenda Boa Vista.

Por hora apresentamos um mapa trabalhado por Eduardo Rezende onde ele apresenta a localização de Carmo da Cachoeira e São Bento Abade, e entre elas algumas sedes e limites de fazendas. Note as dimensões da antiga fazenda Boa Vista, sede do distrito da Boa Vista, da qual fazia parte todo o atual território cachoeirense.

Comentários

Fagundes disse…
Parabéns Jorge Fernando Vilela, verdadeiro defensor de sua terra natal.
Jonathan disse…
É isso aí, Jorge Vilela. Parabéns.
Anônimo disse…
Estudo detalhado dá nisso. Fala com sabedoria. Parabéns Jorge Vilela, TS Bovaris e a iniciativa da paróquia de N. Sr. do Carmo por não deixar o ano de comemorações dos 150, passar para a história com as grotescas marcas da inércia, da incompetência, do descompromisso, do descaso. Parabéns TS Bovaris.
Juquinha disse…
Boa Vista de Carmo da Cachoeira é BOA VISTA DE CARMO DA CACHOEIRA. Não tem nada de misturar as coisas.
Yasmin disse…
Pô Jorge. Vou é dez.
Rezende disse…
O Eduardo é nosso querido DUDU, filho do Zé Ananias. A gente não conhecia este lado do menino. Em busca do passado sim, cai todo mundo em cima dele perguntando sobre tudo e todo mundo do passado. Mas sobre mapa, não sabia, não.
univers. disse…
Eduardo, vou espalhar aqui na faculdade. Você não conta nada pra gente, ora bolas.
Rezendes disse…
Outro defensor das origens de cachoeira? Cachoeirense é bem mineiro mesmo. Calado, e sabendo de tudo nos mínimos detalhes. Parabéns Eduardo, ao seu amigo Jorge Vilela e a Igreja de voces, através de Pe. André.
leonor rizzi disse…
Esclarecendo: Luiz Eduardo Vilela de Rezende, nascido em Carmo da Cachoeira terá espaço neste blog, onde irá apresentar o trabalho realizado sobre "OS REZENDE DAS ABELHAS". Detalha, às fls. 2, o mapa ora apresentado a todos os cachoerense. É mais um, a desenvolver TRABALHO VOLUNTÁRIO em Carmo da Cachoeira. Seu trabalho se baseia em inventários, testamentos e outros documentos e depoimentos desta tradicional e laboriosa familia.
Anônimo disse…
Sim, logo estará disponível o trabalho sobre "Os Rezende das Abelhas". Acredito que este site que é um projeto de partilha, é sem dúvida uma forma de coletar cada vez mais dados em busca nossas origens. Espero o apoio dos internautas interessados neste assunto para que nosso passado não seja simplesmente desprezado e esquecido, mas que seja uma base sólida a fim de projetarmos um futuro melhor.
(Eduardo Rezende)

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.