Casa de João Urbano em Carmo da Cachoeira.

João Urbano de Figueiredo residiu no arraial do Carmo da Cachoeira em Minas Gerais. A casa hoje totalmente descaracterizada foi residência de Luis Caldeira, prefeito de Carmo da Cachoeira por duas legislaturas: 23/10/1947 a 03/01/1948 e de 01/02/1955 a 01/02/1959. Atualmente¹ a casa é residência da Profª. Glória Caldeira, intérprete do Hino do Centenário de Cachoeira.

Em parte do terreno, está em construção uma casa. De propriedade do Dr. Lennart Veiga Dias, dentista e Dra. Elenita Reis Veiga Lima, médica, e será o local de residência da familia, na Praça do Carmo. João Urbano, descende da família tradicional do forte ramo dos "Figueiredos", através de dona Felícia Candida, casada com o Capitão João Rodrigues de Figueiredo.

João Urbano casou-se com sua prima Inocência Constância de Figueiredo, e foi pai de outro do mesmo nome e proprietário da fazenda Pedra Negra, nos idos anos de 1918. Engajou-se no movimento de ajuda nacional, obedecendo as novas necessidades da nação, a Primeira Guerra Mundial. Acreditava que as plantações de cereais não revertiam em danos aos cafezais e saiu a frente dedicando-se com abnegação ao cultivo deles, como forma de colaborar na restauração das finanças nacionais. Atendeu ao apelo do então presidente da república, Dr. Venceslau Brás que "bradava avivando, nas energias nacionais, o amor pelo trabalho". O Coronel João Urbano de Figueiredo, segundo o Álbum da Varginha, de autoria de Luiz José Álvares Rubião, editado pela Casa Maltese de Varginha, diz o seguinte:

"É um vestuto edifício onde palpitam as antigas e tradicionais memórias de honradez e de trabalho do extinto proprietário, o pranteado Cel. João Urbano de Figueiredo, uma das figuras mais salientes da nossa história-econômica-social. Alma bôa e generosa, caráter que parecia uma creação litteraria, um typo ideal formado em noss terra para servir de molde, de exemplo `humanidade. Sua fazenda fica junto ao Ribeirão Pedra Negra, que empresta o nome à fazenda e serve de divisa. Espigões a limitam por outros lados. João Urbano de Figueiredo nasceu em Carmo da Cachoeira - MG".

Sua casa é representada através da ilustração de Mauricio José Nascimento. O muro de pedras que divisa com a casa paroquial está lá, intacto. A grande lutadora e preservacionista deste patrimônio, o muro de pedras, foi a professora Glória Caldeira.

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Próxima matéria: A Família Terra e o Projeto Partilha.
Artigo Anterior: Tomé Venâncio e alguns de seus descendentes.

1. 2009

Comentários

projeto partilha disse…
Livro N.4, fls.27. Compra e venda que o Major Joaquim Antonio de Abreo (Abreu) e sua sogra dona Maria Constança Villas Boas faz ao Capitão Antonio Joaquim Alves. Fazenda Formiga, 17 de fevereiro de 1871, nesta Freguesia do Carmo da Cachoeira, na Fazenda do Major Joaquim Antonio Alves denominada Couro do Cervo.
projeto partilha disse…
Livro N.4, fls.37v e 38 aparecem como vendedores o Major Joaquim Antonio de Abreu (...), a fazenda que possui no logar denominado Coiro do Servo (Couro do Cervo), cito nesta mesma Freguesia do Carmo da Cachoeira com parte comprada a Joaquim Ferreira Rosa que foi da Fazenda da Chamusca anexada a esta dita Fazenda do Coiro do Servo que houve de seo finado Pai aos herdeiros do finado José da Silva de Oliveira, cuja fazenda divide por o lado da nascente pelo Rio do Servo (Cervo) com a Fazenda Formiga, e por outro lado com a da Chamusca, e por outro lado com a Capão dos Óleos e por outra com a da Lagoa, e por outro com as das Contendas, reservando nesta as partes de sua sogra e benfeitorias isto em toda Fazenda das Contendas e seos Vallos por cincoenta e três contos de réis. Comprador Antonio dos Reis Silva, em 29-07-1870.
projeto partilha disse…
A Antiga Fazenda Retiro, e mais tarde denominada Couro do Cervo, entrou para a história como inspiradora para a canção "MORRO VELHO", do compositor e cantor Milton Nascimento em parceria com Fernando Brant. Cf. nas páginas do Museu do Clube da Esquina, em www.museudapessoa.net/Museu ... Através de texto depoimento, Francisco Corrêa Serio diz: A Fazenda "Couro do Cervo", de nossos saudosos tios, Tia Neta & Dr. Veiga, situada em Carmo da Cachoeira, Minas Gerais (...)". Veja :: Clube da Esquina :: - Windows Internet Explorer
projeto partilha disse…
Livro N.4, fls.47 verso. João Urbano de Figueiredo e sua mulher dona Inocência Carolina dos Reis vendem a Bento Ezaú dos Santos em 1 de abril de 1873, no lugar denominado Ponte da Matta que se acha dividindo com Urbano Reis e Silva por um lado e por outro com Alf. Manoel dos Reis e Silva, e cujas terras houverão por herança e compras nesta mesma Fazenda do Campestre, sita no Districto da Cachoeira.
Fls. 48 verso. Dona Felícia Constância de Figueiredo vende a Jerônymo Ferreira Pinto Vieira em 02 de junho de 1873, nesta Freguesia de Carmo da Cachoeira Fazenda denominada Serra, por um conto quinhentos e cincoenta mil réis.
Cornwall disse…
Belo registro,há tempos venho guardando material histórico de nossa região e é fascinante essa ligação natural entre varginha e carmo da cachoeira,que entendo serem cidades irmãs,parabéns pelos idealizadores...
De fato Cornwall, ambas as cidades pertenciam a Comarca do Rio das Mortes, tanto Varginha quanto Carmo da Cachoeira seguiram juntas sendo carregadas para uma ou outra jurisdição. Com o tempo Varginha deixou de ter uma economia baseada exclusivamente na produção rural, se desenvolvendo nos setores secundários e terciários da economia, passando então a atrair os jovens e ao empreendedores de Carmo da Cachoeira, fundindo então a cultura das duas cidades.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.