Vital Brazil, um mineiro de Campanha.

Através do estudo da genealogia de Vital Brazil, um mineiro de Campanha, pudemos sentir bem de perto as dificuldades enfrentadas pelas famílias ligadas ao personagem histórico José Joaquim da Silva Xavier.
Dada a proximidade de Carmo da Cachoeira e Campanha, possivelmente, entre cachoeirenses poderá haver um vislumbre de famílias ligadas ao martir.
Joaquim de Araujo Nabuco (1849-1910), que nos deixou um legado que parece oportuno utilizarmos aqui: "(...) Não é obra do poder ou da revolução, mas procede da natureza das coisas, a influência que sempre teve e há de ter uma família numerosa, antiga e rica e cujos membros sempre figuraram nas posições sociais mais vantajosas (...). Uma família antiga, rica e numerosa, composta de membros que sempre ocupam as melhores posições sociais (...) só não terá influência quando a sociedade estive transtornada, quando todos esses elementos de uma influência regular e legítima estivem obliterados pelo predomínio da violência, pela confusão da anarquia, pelo revolvimento da sociedade."
Vital Brazil e Campanha são símbolos muito fortes em nosso trabalho. Maria Aparecida Castro Fernandes, em dissertação submetida à Universidade Federal de Santa Catarina para obtenção do título de mestre em Engenharia de Produção, assim se refere a Campanha: "É sabido que Campanha possui uma cultura extraordinária, berço do sul de Minas, como é chamada, contrasta com o seu passado, ocupando hoje uma pequena porção do extenso território do Estado de Minas Gerais. Cidade com belíssima posição geográfica, eixo central das capitais brasileiras da região Sudeste com São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, possui um enorme acervo bibliográfico que retrata sua existência e beleza cultural através do seu passado histórico, conforme nos diz NAVARRO (1941). "Campanha não é uma cidade qualquer. Vede-a no seu passado de glória de suas atitudes cívicas, na fineza da fé, na condição de centro irradiador de cultura e de viveiro dos melhores troncos familiares que povoaram o Sul de Minas".

Comentários

Micaela. disse…
Que tem gente ligada a esta família nem Cachoeira tem. Já ouvi comentário deste assunto. Só que não sei quem é ela. Aliás, fico contente em saber que, bem perto de gente corre sangue desse mártir. Quantas vidas ceifadas, meu Deus. Recebem nossas homenagens e agradecimentos pelo feito.
Rodrigues disse…
Como a gente não reflete sobre nada de nada, pô. É fruto da decoreba na escola. Tem que se partir pra outra. Estudar nossa realidade. Tenho sede de conhecimento.
Fabio disse…
O quê? O cara do soro era de Campanha?
´Geraldo disse…
Gente, como é que pode? Gente famosa na medicina e tão prxima de nós.
Gleison disse…
Um dia eu vi um trabalho que estudava a vida de várias famílias daqui, nas mãos de uma pesquisadora. Nunca achei importante estudar origens da família, no entanto tá virando moda.
Cacá disse…
Quando a gente lê os dados da tábua, parece que tudo é pertinho. Nunca tinha idéia de que nos antigos as coisas eram tão diferentes.
Rogério disse…
Todo mundo sabe que lá em São Bento teve gente ligada ao martir Tiradentes.
Fidelis disse…
Esse mártir engrandeceu nossa Pátria. Presto homenagens a ele.
Américo disse…
Sempre houve e sempre haverá aqueles que amam a justiça. Jamais esqueceremos de você, martir Tiradentes.
Junia disse…
Internet, internet, prá que te quero? Para me aproximar de minha querida cidade, Cachoeira. Moro tão longe hoje. Saí para estudar. Aí, um dia vai ter ensino superior. Espero. Daí eu quero ver milhões de monografias, inclusive sobre Tiradentes, meu ídolo.
Tadeu disse…
Vital Brazi, obrigado por o senhor deixar coisa tão boa. Já tive um parente que não morreu de mordida de cobra por causa do soro. Brigadão.
Belinha disse…
Sabia que a ESA, de Três Corações recebe cobras que foram capturadas vivas. Ela poderá salvar muitas vidas.
Tião disse…
É, mais prá levar uma cobra viva é que é o problema. Uma vez procurei quem tinha daquelas caixas próprias e não encontrei ninguém pra me ajudar.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.