O hino, o reconhecimento público e o descaso.

O Atlas histórico de Carmo da Cachoeira”, registrou muitos dos usos e costumes do povo desta cidade. É este o primeiro documento oficial onde aparece impresso o Hino à Cidade de Carmo da Cachoeira. Esta publicação que possui a chancela do poder público, passou pelo crivo de especialistas que puderam avaliar seus dados, sua veracidade e consistência.

Todo cidadão cachoeirense bem informado sabe, conhece e já deve ter ouvido o hino a Carmo da Cachoeira. Ele está aí e não é de hoje. Pode ser encontrado pelo mundo todo.

Além do aval da própria Prefeitura Municipal que fez questão de chancelar a obra, além do aval da Câmara Municipal de Carmo da Cachoeira, através do seu site oficial.

Ora, se o Hino a Carmo da Cachoeira é cantado e conhecido pelo povo e reconhecido pelo estado. Porquê que não aparece em nas salas escolares, eventos cívicos e esportivos.

Comentários

Gostaria de fazer dois breves comentários:
1) a imparcialidade política na verdade não existe pois o que fazemos nesse site é política, no seu sentido mais simples, negociar as diferenças e encontrar soluções coletivas que obviamente buscam soluções visando o bem-comum. O que o projeto partilha pretende é imparcialidade na "politicagem", isso sim é o que acontece em Carmo da Cachoeira e em muitos outros lugares, como sindicatos, associações, cooperativas espalhadas por esse mundão.....
2) Gostaria de ressaltar também o seguinte: vi o Atlas elaborado por uma equipe, mas o considero muito positivista. O mérito da equipe fica pela iniciativa em colocar no papel as informações sobre o município, mas fica bem claro que não é uma ação a mais e sim um obrigação de qualquer órgão público.
projeto partilha disse…
A imagem do dia de hoje é uma republicação. Ela mostra um dos momentos da luta empreendida pelo Projeto Partilha com o intuito de ver oficializado o hino que a população consagrou. Observem a data: 23 de fevereiro de 2008. Hoje o HINO DE CARMO DA CACHOEIRA já é oficializado e é cantado nas cerimonias oficiais, conforme pudemos ver no Encontro na Sede Social do Clube Tabajara, onde especialistas ligados a Educação discutiram o tema: EDUCAÇÃO PARA A PAZ. O hino foi entoado também por ocasião da FESTA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 2009.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.