A medieval Igreja de São Pedro de Rates.


A Igreja de São Pedro de Rates foi criada no século IX em São Pedro de Rates, conselho da Póvoa de Varzim. Foi reconstruída pelo conde D. Henrique em 1100 e está classificada como um dos importantes monumentos românticos medievais, no então emergente reino de Portugal, dada a relevância de suas formas arquitetônicas. As origens do templo antecedem a nacionalidade, tendo sido identificados vestígios materiais que remontam à era romana.

A Igreja de São Pedro de Rates situa-se junto à bacia do Ave e é um dos mais importantes mosteiros beneditinos clunicenses. Está ligada à lenda de São Pedro de Rates. Sua construção data do período romano. Um dos poucos vestígios desta época são as colunas junto à entrada principal e alguns capitéis. Até 1552, guardava o corpo de São Pedro de Rates, antes de ter sido transferido para Braga. Sua história é contada como sendo um bispo ordenado por Santiago Mata-Mouros. Foi decapitado quando celebrava uma missa. Um eremita chamado Félix deu sepultura ao corpo mutilado e decomposto do bispo.

Ilustração – São Pedro de Rates em 1669, desenhado por Pier Maria Baldi quando acompanhava o príncipe Cosme de Médicis (futuro Cosme III, grão-duque da Toscana) na sua peregrinação a Santiago de Compostela. Fonte: Wikipédia.

Comentários

Anônimo disse…
Beleza, uaí.
Anônimo disse…
Dá até vontade de ir lá conhecer. De lugar tão lindo, só pode ter vindo gente boa.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.